Conto: Lição da Guerra

Conto: Lição da Guerra

Jr PedrozaWritten by: Contos Destaque Verbo Livre

A chaleira apitava e o aroma do café, ao ser preparado, alegrava o ambiente. Era verão e o sol apontava longe. Os pássaros cantarolavam. Eu não imaginava que a sorte, em breve, mudaria e que a paz, mesmo com toda a diplomacia atual, cederia tão facilmente ao conflito.

Bastou apenas uma troca de olhares, de palavras e, de repente, a guerra foi declarada. Algumas tentativas de reconciliação foram tomadas, mas sem sucesso. E logo o tempo fechou e se tornou ameaçador.

“Cadê você, meu sol?”

Os pássaros… Não os vi e nem os ouvi mais. O café ficou amargo. Os semblantes se fecharam, as relações foram cortadas e seguiu-se o silêncio. Estratégias foram criadas, armas apontadas, o provimento de alimento foi interrompido. Sem almoço e sem janta, passei fome.

As primeiras horas se passaram. Era bomba daqui, era bomba de lá; mas não há feridos, há sim orgulho, que esquenta o sangue, cega e impede qualquer reconciliação.

Nas horas seguintes, continua a guerra como se nunca houvesse uma parceria entre os envolvidos.

Leia também outros Contos:
Conto: A consciência do culpado
Conto: Badalo de Sangue
Conto: Azar é pouco

A noite, fria e solitária, logo chega e espanta o sono. As estratégias são revistas e corrigidas. Faz-se um levante da batalha e medidas mais eficientes precisam ser tomadas ao amanhecer.

“Quando um não quer, dois não brigam”, minha mãe sempre dizia.

O doce que encerra qualquer guerra.

Assim que amanheceu, levantei do sofá (com o corpo dolorido), corri para a cozinha e fiz um doce de brigadeiro. Com a bandeira branca, entrei no quarto. Minha esposa estava acordada com o semblante abatido, parecia que também não teve uma noite boa. Eu lhe entreguei o doce e fizemos as pazes.

“Obrigada, meu amor. Eu amo você “, ela disse.

“Era só isso?”, pensei.

Encerrada a guerra, ficou a lição: não devo dizer à minha esposa que ela está “fofinha”, quando estiver de TPM.

Gostou do Conto? Deixe um comentário abaixo e compartilhe com amigos.

(Visited 48 times, 1 visits today)
Tags:, , , , , , Last modified: janeiro 13, 2021
Jr Pedroza

Carioca de 36 anos, é casado com a Joyce e pai da pequena Nicolly, de 5 anos. É cristão, é militar desde 2004 e também trabalha como professor de Língua Portuguesa nas horas vagas. Como carioca da gema, não gosta muito de dias chuvosos. Está concluindo seu primeiro romance “Páginas para meu Filho”, o qual pretende publicar em 2021 na Amazon. Siga-o no Instagram: @_juniorpedroza